Sábado, 12 de Novembro de 2005

Deixo-te escolher...

sozinho.jpg</a>

         Quem disse que o tempo era o melhor para tudo? prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />


Pois é, o tempo nem sempre consegue aquilo que aguardamos. Por isso, e hoje, passados alguns anos de te ter perdido, continuo sentindo que te estou perdendo. Deves estar a perguntar porquê? Pois olha, nem eu sei! Nem sei o que se passa comigo, é tudo muito estranho, sentir de novo toda esta situação que me faz perder os sentidos, ao contrário do que se possa achar, assusta-me. Assusta-me pensar que quero-te, desejo-te e anseio por partilhar momentos a dois, os nossos momentos; a nossa vida.


Mas temo, ainda mais o facto deste querer não ser uma doce sinfonia partilhada a dois, sendo assim fruto da minha imaginação e que me venha a magoar.


Quero-te! Mas tal como te conheci…

publicado por R.M. às 01:32
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub