Terça-feira, 2 de Novembro de 2004

Ponte

   Aqui estou eu na Ponte, esperando pelo anoitecer.
Tenho vontade de atirar-me, sentir a sensação de liberdade; sentir o que os pássaros sentem quando voam! Olho para baixo e o que me espera é um rio, será que me vou atirar!?


   Tenho que pensar: será que faço falta a alguém? Será que vão dar pelo meu desaparecimento? E quando repararem que não fui a casa dormir? A minha mãe, como vai ficar? Os meus sobrinhos? A minha prima? Os meus amigos? O meu curso? A minha escola? A minha vida?


Será que consigo resposta a todas estás perguntas? Ou será que atiro-me sem tê-las respondido?


São só perguntas!!! Perguntas que não têm resposta! Perguntas que me fazem ver que atirar-me é a melhor solução! QUERO SENTIR A LIBERDADE!!! Toda a minha vida vivi aprisionado numa "jaula" com a porta aberta! Eu tive oportunidade de fugir mas não. Continuei lá! Sem força de viver a vida!


A cada pensamento meu surge uma nova pergunta! Porque é que me faço tantas perguntas!? Para atrasar o inivitável? Para retardar o meu momento de liberdade? Não me importo de chegar lá abaixo e já não ter vida, quero fazer desta queda um salto positivo! Será um momento bom, mais extenso da minha vida! SIM! Porque vivi anos "enjaulado" com medo das retaliações, com medo dos comentários dos outros, com medo que não gostassem de mim. Permaneci fechado e fechado vou continuar, ninguém estendeu-me a mão quando mais precisei! Onde andaram as pessoas que não me ajudaram? Será que eu é que devia tê-las procurado?


 


Pouco e pouco levanto-me, estou no cimo da Ponte! - Que bom, sinto-me livre.


Pena o Homem ser um ser insastisfeito! Quero mais, esta liberdade não me chega! Está decidido, vou satisfazer a minha "necessidade": vou atirar-me....


...espera quem são aqueles lá em baixo!? A minha mãe, os meus sobrinhos, a minha prima, os meus amigos, até estão lá aqueles que eu nunca pensei que estivessem! Ouço-os a gritar: - Não te jogues, desçe daí com calma!


Estarei a ouvir bem!? Será que todas as minhas dúvidas eram meramente existencialistas! Acho que sim, afinal tenho apenas 20 anos, tenho uma vida pela frente e o que deixei para trás é uma bagagem muito pequena, acho que eles têm razão, todos têm direito a uma segunda oportunidade e eu vou agarar-me a esta com unhas e dentes.


Bem vou descer quero continuar a viver, afinal não há nada de melhor do que VIVER!


Estou a dar o meu primeiro passo mas nem tudo corre bem, tropeçei e estou a cair, tudo resume-se a uma fracção de segundos! A minha vida termina aqui...


...Porquê???? Não tive tempo de dizer o quanto amo aqueles que me rodeiam. E pensar eu que a resposta a tudo sempre esteve debaixo do meu nariz e nunca vi, todos gostam de mim. Como fui tolo, pena perceber tudo tarde de mais!


"Colidi" agora na água fria, parecem mil laminas cortantes que trepassam-me o corpo.


Acabou aqui toda a minha vida!


Querem saber uma coisa? Sim eu sinto aquele pequeno momento de liberdade, eu voei! Foi muito bom mas, no entanto, não compensa não há nada melhor do que liberdade de escolha, de expressão, de fazeres o que quiseres menos pôr-mos termo à vida!

publicado por R.M. às 23:58
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De franyx a 19 de Julho de 2007 às 00:55
ahhhhhhh


De Pedro a 19 de Dezembro de 2005 às 23:17
É sem dúvida,uma obra de arte,uma obra prima...na minha opinião o melhor blog português.
A tua arte e engenho, a tua história de vida e o teu dom para a escrita fazem deste blog um verdadeiro choque de emoções fortes e de sentimentos de uma vida muito especial.
Admiro desmedidamente toda a tua obra e todo este teu trabalho,és sem dúvida uma pessoa muito especial no mundo blogueiro,tens a tua própria história e um talento a um nível elevadíssimo que sem ele também nada poderia se transformar nisto.
O blog pode ate ter acabado, mas deixaste ja obra feita, e que grande obra, o primeiro texto que li foi uma pontaria certeira,pois encontrei o texto mais espectacular(em minha opinião ) deste imenso blog.
Além da escrita, fizeste um blog extremamente atractivo,mas a sua verdadeira essência está nos sentimentos naturais,nas sensações fortes que compôram toda a tua vida.
Acredita é um imenso prazer entrar num blog destes.E não passa uma semana , que não venha cá ouvir esta musica que escolheste com bom gosto e ler algum texto dos muitos que aqui desenrolaste.
MUITOS PARABÉNS..para mim és o maior e o melhor blogger ...Muitas Felicidades ao longo da tua vida amigo!!!


De helena a 3 de Novembro de 2004 às 21:57
ola queduxo por termo a vida nao resolve nada, falo por mim e por todas as dificuldades que eu passei.Tens razão quando dizes quando olhas para baixo e vês as pessoas que mais gostas e pensas que todos os teus problemas são pequenos em relação ao amor daqueles que que ali estão.A LIBERDADE e optima, mas não e "voando para o fim" que vais adquiri-la.Usa aquilo que tens de melhor o amor que os outros teem por ti.adoro-te


De Jos.Manuel a 3 de Novembro de 2004 às 12:27
oi amigo juizo se faz favor tens muita coisa pela a frente portanto nada de aventuras se ja sofrestes e sabes o que è sofrer portanto não ponhas a tua familia a sofrer nem os teus amigos tens muito feturo pela a frente goza bem a vida neste mundo e não no outro ok juizo mais uma vez te digo comprimentos deste amigo que te deseja o melhor no mundo porta-te bem e volta para o teu feturo que muito tens estudado
para isso xau


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds