Domingo, 31 de Julho de 2005

Adeus...


 


Abracei-te…


            Foi o último abraço, o nosso último sentir.


 


– “Adeus” – Palavra tão fria e cruel mas foi assim que o destino escolheu e não há nada a fazer.


           


            Viraste-me as costas e começas-te a caminhar no sentido oposto ao local que estava. Nesse momento senti uma faca trespassar todo o meu corpo, cortou o meu coração em dois, mesmo assim não havia sangue para deitar, a frieza da nossa despedida gelou-o.


 


            Agora, não há nada a não ser, recordar todos os bons momentos que passamos juntos e lutar por mais uma etapa da minha vida!!!!


 


Adeus...

publicado por R.M. às 01:24
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Domingo, 24 de Julho de 2005

Chegar a ti...

 



 


“Estás aqui, mas tão ausente


Junto a mim, mas tão distante!


O teu beijo já não é igual


Apagou-se o fogo no meu olhar


Estou nos teus braços mas afinal


Estamos tão distantes como o céu e o mar.


 


Eu não consigo chegar a ti,


Não posso chegar a ti,


Não sei como chegar a ti!


 


Há em ti uma tristeza


De quem já não tem certezas


O teu corpo está ao pé de mim


O teu coração noutro lugar


No teu mundo já só há um fim


E eu não tenho como o fazer amar!


 


Eu não consigo chegar a ti,


Não posso chegar a ti,


Não sei como chegar a ti.”


 


 


Interpretado por: Rita Guerra


 

publicado por R.M. às 13:53
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Julho de 2005

Reflexo...

 


 


 



Sinto-te aqui bem perto de mim, no entanto não te consigo tocar...


És o reflexo da minha alma, a parte que falta de mim!!! Estás perto de mim mas não te consigo tocar... Como ser humano que sou, busco sempre a felicidade, quero atingir o auge dela, não sei se é perto de ti mas porque não tentar?


 


Há uma barreira que não me permite esta aproximação!!! Porquê? Será que não mereço tão bela companhia?


 


Não te consigo tocar... Só então percebi, que tenho que ir além do básico e deixar-me ser tocado por ti, libertar-me do meu corpo para poder chegar a ti!


Sinto-te aqui, bem perto de mim!!!! Envolves-me com um doce e ardente beijo e simplesmente peço que este momento perdure, pois pessoas como tu são raras!


 


Obrigado por me Libertares!!!



publicado por R.M. às 10:46
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Julho de 2005

Sorriso...

publicado por R.M. às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 16 de Julho de 2005

Noite Fria e Escura...



Saio para a rua, neste noite fria e escura. Sinto-me uma vez mais sem rumo e o lugar para onde unicamente poderei ir é para perto do meu conselheiro - o Mar.


Ao chegar à praia vejo que não estás sozinho, alguém ao longe desabafa contigo, talvez alguém que precisa mais do que eu, desisto de ir para a praia e vou embora.


"Só estou bem onde eu não estou, porque eu só quero ir, a onde não estou!" e volto a procurar o meu rumo mas o meu coração não deixa, porque tal como a noite ele está gelado e negro de tanto sofrer...


...quero partir!


 

publicado por R.M. às 23:02
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Domingo, 10 de Julho de 2005

O fim...


 


  


Acabou...


Acabou-se tudo o que tinha vindo a construir, construí o teu império, talvez tenha sido o meu erro, elevei-te ao expoente máximo fazendo-te pensar que és a pessoa mais importante do Mundo!


E de que me serviu!? De nada! Hoje, mais uma vez encontro-me sozinho, no meio da minha solidão!


Estou no meu quarto acompanhado pelo meu fiel silêncio, onde faço digo o que quero, sabendo que sempre me está ouvindo, correm-me pela face duas grandes lágrimas que acarretam em si parte da dor e sofrimento que sinto ao me deixares aqui sozinho. Quero chorar até que esta dor passe mas o meu coração queixasse, está cansado e tem uma ferida que não o deixa descansar!


Sinto o meu corpo cair no chão, sem qualquer tipo de força...


Fecho os olhos e simplesmente, deixo-me ficar.


 

publicado por R.M. às 15:32
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Julho de 2005

Noites sem ti!


(Para veres melhor a imagem, clica nela)


   É noite, estou aqui sozinho no meu quarto, dou voltas e mais voltas e não sei que mais fazer. Parece que vou dar em louco...


Estas noites sem ti, estão a dar comigo em doido, já não sei mais que fazer para estar perto de ti... Parece que esse momento em que os nossos corpos podem tocar um no outro e nos amarmos na calada da noite, é impossível! Será que nunca vai acontecer?


   Espero por ti, dia-após-dia, no sofrimento, na angústia deste nosso amor.


Amo-te, mesmo sabendo que amo o fruto proibido!!! Mesmo sabendo que vou contra tudo e tudos, nunca deixei de te amar...


   Abro a janela do meu quarto, iluminada pelo Luar, olho lá para o alto e vejo a lua e sinto um vento quente bater na minha face e que me invade o corpo. Sinto-me beijado por ti, tal como queria me sentir se aqui estivesses...


   Suspiro! Fecho a Janela do meu quarto e vou para a cama, por entre voltas e mais voltas, acabo por adormecer e sempre a lutar por um sonho que é ter-te (aqui) a meu lado.


 


AMO-TE


 


 


 

publicado por R.M. às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds