Segunda-feira, 30 de Maio de 2005

Quero-te...


 


   Deve ser castigo!!!
Só pode ser... Não sei onde estou!? Vim parar aqui porquê!?
Sento-me num rochedo e sinto uma fresca brisa tocar no meu rosto, percorre-me a face até terminar nos meus lábios. Deixo-me ficar ali, até que o vento pára e começo a pensar no momento em o meu olhar cruzou com o teu pela primeira vez! Lembras-te?


Foi assim que tudo começou, com o tocar dos nossos dos nossos olhares no fundo dos nossos corações.


 


E é assim que tudo se está a desmoronar em frente aos nossos olhos!
E nós??? Parados a assistir tudo da primeira bancada e não fazemos nada!


Esta força que em invade não quer que tudo acabe mas também não me dá capacidade de lutar contra isto!
Que se passa connosco!?


 


Já faz tarde, levanto-me e vou embora! Vou para casa e deito-me na cama e as lágrimas percorrem-me a cara mas nunca tocam-me nos lábios, porque esses lábios pertencem apenas a uma pessoa e que só o vento pode tocar!


Quero-te! Com um querer que me consome!


Quero-te! Quero-te! Quero-te ... Simplesmente a ti...

publicado por R.M. às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Maio de 2005

Pensamento...


 


  Bem este é um pensamento enviado por uam amiga minha a MISS DEVIL, o Blog dela está aqui ao lado na minha lista de Links. Gostei muito e coloquei aqui!

publicado por R.M. às 00:32
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Maio de 2005

Quem disse que estou sozinho?


 


   Olhei para um lado e para o outro!


Estava sozinho! Não sabia o que fazer, pûs-me a caminhar. Não tinha rumo, nem sabia para onde ia. Não queria estar em lugar algum mas também não queria ficar onde estava!


No meio da contrariedade e da falta de vontade, dou por mim no meio da cidade! As pessoas passam por mim e param, ficam a olhar para mim, até parece que conseguem perceber o vazio que vai em mim, parece que sabem a solidão que vivo!


Tou farto que olhem para mim como se fosse diferente!


Desato a correr e vou ter a meio do nada! Abro os olhos e já não vejo ninguém, estou de novo sozinho, como sempre estive, mas pelo menos ninguém olha para mim!


Sento-me e respiro fundo, sinto um aroma a maresia!


Fico horas ali deitado sobre a areia! Volto a levantar-me. Olho sobre o ombro para trás e vejo a minha sombra e sem razão aparente, reflicto e fico feliz.


 


Afinal, nunca estive sozinho! Dia e noite sou acompanhado por algo que nunca me abandonará e isto porque o Sol jurou nunca deixar-me ausente! Como Ele não me podia acompanhar, encarregou-se de me fazer acompanhar pela minha sombra e nunca, nunca mais estive sozinho por causa do amor do Sol!

publicado por R.M. às 23:35
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Maio de 2005

...


 


   Foi numa bela noite de verão a primeira vez que os seus corpos se tocaram... Enrolaram-se um no outro e só com o nascer do sol tiveream que se soltar.


Não verdade nunca se separam mas é verdade também que quem ela ama e sente hoje não é o mesmo amanhã! Que pode ela fazer!? Nada! Limita-se a amar a cada instante que pode e a sentir-se beijada pelo doces lábios dele!


Não se sabe ao certo quando é que esta história de amor começou! Só se sabe que esta lenda deste amor, ainda hoje se ouve; ela - a famosa ilha. Ele - o mar que a rodeia e envolve de beijos.


 


A vida é feita de amores e "desamores", de encontros e desencontros no meio de uma verdade que nunca é absoluta, o que é hoje não é amanhã! Portanto como na vida nada é eterno, hoje amamos uma pessoa e quando tudo acaba mais tarde aparece outra, tal como a ilha e o mar que é constantemente beijada por um mar diferente.


Mas de uma coisa podem estar certos, a ilha tal como todos nós NUNCA nos esquecemos do nosso primeiro amor. Ele marca-nos, mesmo que não perdure o amor que existia lembrar-te-ás sempre daquele teu primeiro amor!

publicado por R.M. às 23:47
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Domingo, 15 de Maio de 2005

Vida injusta...

mana.jpg


 


   A vida, por vezes, é injusta...


Já passou tanto tempo desde a última vez que te vi! 5 anos, 5 anos é o tempo que já passou e o tempo que não te vejo.


   Foi o dia mais estúpido que tive que enfrentar...


A partir desse dia cada dia era um misto de mágoa e angustia, não sabia o que fazer...


Ensinaste-me, como se minha mãe fosses, a sorrir perante as situações da vida! E quer recordar tudo o que me ensinaste e o quanto me ajudas-te, quero ficar com o teu lindo sorriso na minha memória, tinhas um sorriso lindo, sabias?!


   Não te preocupes! Os teus filhos estaram sempre bem, e sabes bem que gosto deles como se meus filhos se se tratassem!


 


   Faltam-me as palavras...


 


Partiste, partiste e nem de mim te despediste! O meu coração, no início, acarretava um grande sofrimento e dor que com o tempo deixou de ser tão acentuada, deixou de ser dor ! Mas de uma coisa podes ter a certeza tens e terás para sempre o teu lugar no meu coração!


 


Este post é para uma grande mulher que, infelizmente, hoje não está presente entre nós, pelo menos fisicamente, porque nunca a vou esquecer!

publicado por R.M. às 21:47
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Maio de 2005

Procuro um caminho...


Procuro...


   Procuro por um caminho que me conduza à felicidade.


   Todos me dizem que cada um de nós chega ao caminho que nos conduz até ela, mas onde é que está o meu caminho?


   Já percorri caminho, varedas e atalhos uns mais complicados do que outros mas nenhum me levou onde realmente queria.


   Cruzei-me por muitos caminhos obstruídos, que com algum esforço consegui continuar o caminho e para quê!??? Sim para quê!? Do outro lado não estava a Felicidade...


   Já corri meio mundo e outro meio está por correr mas faltam-me as forças, já não sei onde encontrá-las, já não as tenho, sinto que acabaram...


   Estou em constante procura, à procura do incerto!!! Afinal, quem é que disse que todas as pessoas tinham que ser felizes?


   Não sei...não sei! Não sei se sou mais um ser insatisfeito com a minha vida que não sabe dar valor às pequenas coisas que nela existem e que me podem trazer a felicidade...


Sou mais um ser insatisfeito que não dá valor às coisas que tem e que só quando perder tudo mas tudo mesmo, vai querer recomeçar do zero... só espero que não seja tarde de mais!

publicado por R.M. às 22:01
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Maio de 2005

Sozinho...

Sinto-me perdido!


Estou no caminho com várias escolhas e nenhuma me completa! Que posso eu fazer!? SIM! Que posso eu fazer, pergunto-me vezes sem fim!


 


Colocas-te-me entre a espada e a parede! Gosto de ti mas o orgulho existente em mim é mais forte do que a minha própria vontade, tal como esse teu ciúme desnecessário!


Estou triste! Sinto-me vazio, falta a tua presença!


O medo de te perder não foi tão grande como agora! Mas não quero que isso aconteça, nem vou permitir isso! Ambos demos de nós para esta relação e não será um orgulho parvo e um ciúme estúpido, que insistem andar de braço dado e entre o nosso amor, que nos irá afastar!


Será!? É isso que queres!?


Não sei! Vamos uma vez mais ultrapassar a nossa distância!


Eu mereço, tu mereces! Nós merecemos, dar a todos os dias e problemas que passam uma nova oportunidade à nossa felicidade! Afinal de contas, não somos felizes um longe do outro! Pelo menos com o nosso amor de costas voltadas!


Não quero mais estar triste! Quero acordar com aquele sorriso que só tu me consegues despertar...


Amo-te!!!

publicado por R.M. às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Domingo, 1 de Maio de 2005

Mãe...

olorum.jpg


 


"Mãe, Fazer anos é fácil:
Basta viver!
Ser mulher é lindo:
Basta saber!
Ser esposa é bom:
Basta Amar!
Ser Mãe é díficil:
Basta sofrer!"


 


Lembras-te!? Foi este o poema que ontem lemos, no diário e que as lágrimas nos fizeram correr.


Sei que não ligas muito a este dia, talvez dês mais valor por causa da tua filha que também é Mãe mas, infelizmente, não está cá! Por outro lado, "ganhaste" mais dois filhos lindos e que tanto adoramos.


Acho que não preciso dizer nada! A música diz tudo o que tenho a dizer e que sinto, dou-me por muito feliz por te ter ainda sempre a meu lado, a acompanhar cada passo meu!


Quero viver, este dia como todos os outros! Dou-me Feliz por ter-te a meu lado porque só a tua presença completa metade do meu ser!


Foste tu que deste à luz, naquele momento maravilhoso em que saí do teu ventre e pude escutar o bater do teu coração.
Foste tu que sempre estiveste pronta a levantar-me do chão sempre que caía e estendia a mão mas ninguém parava.
Foste tu que me deste a força que tenho dentro de mim, por lutar pelos meus ideiais e nunca desistir!


Foste, és e serás para sempre o meu ponto de apoio!


Obrigado por existires Mãe!


Gosto muito de ti!

publicado por R.M. às 01:25
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds