Sábado, 26 de Março de 2005

Medo de amar...

   Já passou algum tempo desde as minhas últimas decisões de vida, no entanto há algo que não me permite avançar na vida, algo que me impede; um aespécie de barreira.


Na verdade, trata-se de medo. Sim! Tenho medo de voltar a errar. Mas porque!?


 


Deixei de ter confiança nas pessoas que me rodeiam! Deixar de dispender tempo para estar com a minha família, com os meus amigos... deixei de ter tempo para mim. Tudo isto faz-me ficar longe de pensamentos que não quero que me ocorram, daí este isolamento! Bom!? Sei que não é mas com o tempo começo a voltar ao normal!


 


  Não tenho certezas nenhumas neste momento, a não ser uma; a certeza que neste momento o meu coração está demasiado pequeno e não cabe mais ninguém. Preciso de tempo, dedicação e de empenho para voltar a recompor-me. Neste momento definiria o meu interior como um trapo todo sujo e amarrotado, sabemos perfeitamente que o trapo depois de ir à maquina de valar e ir a passar, fica como novo. Neste momento falta-me encontrar alguém que me lave a alma e que a passe a ferro, esse será o meu próximo amor. Tenho a certeza que o encontrarei, só não sei quando!


 


   No fundo nem tudo o que passei foi assim tão mau, as pessoas precisam de mudar e sempre foi mais uma experiência!!! As saudades poderam permanecer nas minhas memórias, porque vivi intensos momentos de "prazer", estando com essa pessoa. Mas no coração, não!

publicado por R.M. às 21:12
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De Boxexas a 29 de Março de 2005 às 00:26
Olá! =) Medo...sim, todos os possuímos dentro de nós, mas jamais devemos permitir que ele seja um obstáculo à nossa felicidade. Podes sentir que tens o coração cheio, mas tenho a certeza que ele é grandioso e tem muito espaço ainda para aconchegar as estrelas da tua vida! Não percas a esperança e as nossas memórias são momentos que nos marcaram e nos tornaram nos seres humanos que somos hoje em dia! Obigada pelo teu comentário no meu blog! Força para que esse teu interior seja, não um trapo, mas um sol que te ilumina! Beijo gande**


De Joao Diogo a 28 de Março de 2005 às 20:40
Antes de mais obrigado pelo comentário. Caso n tnhs visto o artigo sobre o Anjos e demónios ja la ta.Em relaçao ao teu blog, men eu sei o k tas a passar, pq eu tb ja tou farto de bater cm a cabeça e mm axim n aprendo e por ixo neste mmt sinto-me cm tu. Mas td passa. Coragem e cabeça levantada


De amadorjp a 28 de Março de 2005 às 11:01
As tuas palavras fazem todo o sentido para quem já amou e ainda sente a dor dentro de si. Podes não ver mas somos muitos! Andamoa aí fora e muitos de nós caminhamos aqui pela blogosfera.Expressamos os nossos sentimentos, escrevemos e lavamos um pouco a alma por aqui tb, mas é sempre triste quando n conseguimos que a pessoa que amamos leia e entenda o que precisamos e o que para nós só tem sentido. N te escondas, vive a vida a cada dia e abraça as oportunidades que tens de ser feliz! Um abraço grande - João


De PaperFlower a 28 de Março de 2005 às 10:49
Isso com o tempo tudo passa (they say). Não sei se será bem assim, mas I hope so. Se não não sei o que será de mim e de tantos/as iguais a mim. Visita-me**


De catia a 27 de Março de 2005 às 23:31
oi migo!
apos um amor k ñ deu certo ficamos sempre com medo k td volte a acontecer, que a dor do passado volte a acontecer. o coraçao parece ñ kerer mais ninguem dp de perdermos essa pessoa especial.
podes sentir-te um trapo amarrotado mas acabaras por recuperar as tuas forças e voltar a ser a pessoa linda k tu es... lembra-te da historia do burro k caiu num poço k um dia te disse pa leres,
jinhos


De verdinha a 27 de Março de 2005 às 23:29
ms é c as pekenas derrotas da vida k temus k aprender para conseguirmos vencer a guerra.. dá tempo ao tempo ele é o noxo melhor aliado e akele k nos pode ajudar a ver td d outra maneira *** e bigadu pela tua visita, enviei-t um mail c as rsp do k m prg no coment, espero k tenhas recebido..


De MissLadyMystery a 27 de Março de 2005 às 20:15
Não podias estar mais certo..O medo existe em cada um de nós, apesar de não devermos nos afastar por mero medfo, mas o certo é que é ele que nos ensina que um amor so se cura com outro, com dedicação e carinho, é ele que nos ensina a respeitar e a dar valor a pessoa que nos oferta esse amor... mas acima de tudo é esse medo que nos ensina quem nós somos e o que desejamos para nós..Um beijo doce e espero que o medo desapareça com o vento


De LiPiNhA a 27 de Março de 2005 às 19:26
Bigada pela visita ao meu blog, volta smp =D..Eu percebi as tuas palavras porque ja vivi isso tudo..Poix, mas quando se menos se espera encontramos alguém que vai fazer parte do nossso coração e ai vamos ser muito mesmo muito felizes..******** e uma boa semana


De Jannett a 27 de Março de 2005 às 12:48
Oie** Vim cá só para te dar o endereço no meu blog novo, espero que gostes! (http://scienceblog.blogs.sapo.pt) Desculpa n estares ainda lá linkado. Eu vou linkar as pessoas que tenho linkadas no "JUST JANNETT" quando elas comentarem no novo blog para n haver injustiças!!! Bjs e passa por lá!!


De Patrcia a 27 de Março de 2005 às 12:42
K consigas lavar esse trapo, que se tornará num pano lindo! Beijinhos e força!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds