Domingo, 17 de Abril de 2005

Anjo sem Asas!


   Era um em que o Sol se escondia por detrás das nuvens, adivinhava-se chuva! As ruas da cidade começavam a ficar vazias; olho para um lado e para o outro e já não vejo ninguém! Vou caminando em direcção do nada e com objectivo algum, olho ao longe e vejo uma pessoa a complentar o Pôr-do-Sol, sinto-me a ser guiado na sua direcção, o meu corpo leva-me para lá como se tivesse vontade própria! Essa pessoa tinha um olhar triste, magoado e até mesmo ferido!


Perguntei-lhe que se passava mas de nada serviu, senti uma necessidade enrome de ficar ali a olhar-lhe! A dada altura a minha mão ergue-se e foi ao encontro da sua mão, era bonita e tinha um toque muito suave, fiz com que escosta-se uma mão na minha cara e outra no meu coração e sorriu! Nada mal uma reacção desse género para quem não cedia a falar.


 


Todos os dias no meu caminho para casa, encontrava essa pessoa, no mesmo lugar! Passadas algumas semanas já nos conheciamos e estavamos todos os dias, às mesmas horas e no mesmo local... já fazia parte das nossas vidas estarmos juntos e aquela cara triste converteu-se num sorriso permanente e o meu coração apertado começo novamente a soltar-se.


Passaram-se meses a fio, e nunca mais nos separamos, até o dia em que começei a reparar numa coisa diferente nessa pessoa. Nas suas costas ele tinha duas cicatrizes das quais começavam a nascer um par de asas, então aí contou-me que era um anjo e antes de me conhecer tinha sofrido muito por amor, ao ponto de ter perdido as suas asas e agora que me amava as suas asas podem de novo crescer e novamente vejo uma expressão triste na sua face...


Perguntei que tinha e disse-me ainda que na altura em que as suas asas tivessem crescido completamente, teria que voltar para o local de onde tinha vindo.


(In)Felizmente cresceram e chegou ao dia da sua partida! Encontramo-nos uma última vez no local onde conhecemo-nos, deu-me um beijo, o nosso primeiro e único beijo, abraço-me...


Depois voltou-me costas, abriu as suas asas e partiu sem olhar para trás...


Caí de joelhos naquele local e as lágrimas começaram-me a cair pelo rosto por saber a minha triste sina.


A partir dessa noite, sempre que estou na cama, antes de dormir, sinto um doce toque nos meus lábios e sei que é um beijo seu de boa noite...


Pena todos os Anjos terem Asas!

publicado por R.M. às 15:03
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De HATJE a 22 de Abril de 2005 às 03:02

Sobrevoando por aqui mais uma vez,
parei pra deixar o meu beijo e meu
desejo de que suA semana seja
repleto de muita Paz e Luz!
* . * .. ** .. * . * . * .
* . * .. ** .. * . * . * . * . * .. ** ..
.. * . (\ *** /) * . *.*.*..*.*..*.*..*
.* . * ( \(_)/ ) * * .
.* . * (_ /|\ _) . * .
.* . * . /___\ * . . * . * . *.*. * . * ..: :
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•´ ** ...*(¨´·.·´¨). * .´·.¸(¨´·.·´¨) * . * . * . * ...*. *
. * .*.. *´·.¸.·´* (¨´·.·´¨) * . * . * .
* .. *..(¨´·.·´¨). *´·.¸.·´* . * . * . *
..* ... *´·.¸.·´ * *. * . * . * ... * . *
* . * . * . . * . *.*. * . * . * .. * .


De Patrcia a 21 de Abril de 2005 às 20:52
Lindo! Inflizmente os anjos com quem me cruzo são quase impossíveis de alcançar! Beijinhos!


De Marisa a 21 de Abril de 2005 às 16:32
Olá Ruben. PAssei pelo teu blog por pura simples curiosidade, mas acredita que gostei muito do teu blog. Parece que tu também gostas de Anjos tal como eu assim como da musica do filme da Cidade dos Anjos tal como eu. Deixo-te aqui um grande beijinho e continua assim a cuidar do teu blog.


De Sonhadora a 20 de Abril de 2005 às 21:08
Anjinho, venho agradecer o teu ombro amigo e oferecer o meu para quando precisares nem que seja para te ouvir unicamente! Beijinhos


De andrye a 20 de Abril de 2005 às 18:22
Sonhar é bom..mas viver numa ilusão n é nada saudavel..beijokas.


De Joaninha a 20 de Abril de 2005 às 16:59
Um anjo encontra outro anjo, um com asas outro sem asas!! Mas os anjos existem, e estarão sempre do nosso lado, mesmo que invisiveis! Um bonito texto! Bjs**


De Miss-Devil a 19 de Abril de 2005 às 21:34
oi!
infelizmente os anjos num certo ponto de nossas vidas partem, nada é eterno...
jinhos


De -=|(/)|=- a 19 de Abril de 2005 às 20:36
so para te dizer que teu templqate ja ta pronto ha uns dias... como ainda nao passaste por la nem disseste nada vim te avisar! espero k gostes! me manda teu endereço de email pa te dar o codigo do template! jinhux fofux


De Ana a 19 de Abril de 2005 às 17:01
Venho agradecer a visita ao meu bloguinho, também gostei muito do teu, está lindo. Deixo os meus beijinhos e espero que todos os dias o teu anjo te visite...


De Luna a 18 de Abril de 2005 às 22:28
Obrigada pelo teu comentario!! ;)
Nao sei sei se nao será bom todos os anjos terem asas.....

beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds