Sábado, 12 de Novembro de 2005

Deixo-te escolher...

sozinho.jpg</a>


         Quem disse que o tempo era o melhor para tudo?


Pois é, o tempo nem sempre consegue aquilo que aguardamos. Por isso, e hoje, passados alguns anos de te ter perdido, continuo sentindo que te estou perdendo. Deves estar a perguntar porquê? Pois olha, nem eu sei! Nem sei o que se passa comigo, é tudo muito estranho, sentir de novo toda esta situação que me faz perder os sentidos, ao contrário do que se possa achar, assusta-me. Assusta-me pensar que quero-te, desejo-te e anseio por partilhar momentos a dois, os nossos momentos; a nossa vida.


Mas temo, ainda mais o facto deste querer não ser uma doce sinfonia partilhada a dois, sendo assim fruto da minha imaginação e que me venha a magoar.


Quero-te! Mas tal como te conheci…

publicado por R.M. às 01:32
link do post | comentar | favorito
|
29 comentários:
De Juda a 12 de Novembro de 2005 às 19:00
Não tem que se assustar, um abraço...


De Paulo a 12 de Novembro de 2005 às 17:06
Saudades Anjinho??:-) Deixa lá quando menos esperares outro amor aparece na tua vida para te encher de novo de alegria e júbilo:-)
No entanto gostei muito do texto:-)
um forte abraço e vou-te linkar ok?:-)


De Neith a 12 de Novembro de 2005 às 16:18
Um texto profundo, muito sentido :) Beijinhos e bom fim de semana


De GIZZO a 12 de Novembro de 2005 às 13:00
Oi! convido-te a participar no concurso be yourself em http://cbyourself.blogs.sapo.pt ! fiko a espera tchau!


De andrye a 12 de Novembro de 2005 às 12:28
Compreendo-te perfeitamente..e so kem passa p elas é q sabe..nada do q possa dizer te irá atenuar a dor,so espero q tenhas força pa combater tudo isso e dar-te o meu apoio sempre q necessitares.beijinho grande e bom fim de semana.


De carina a 12 de Novembro de 2005 às 11:57
olá=) gostei do teu blog..
e ao ler o teu post( algo que me disse mto) lembrei-m de uma msuca que é verdade e tem td a ver cm issoo..
"nem smp o chao da alma é seguro nem smp o tempo cura qq dor.."
*****************************


De GIZZO a 12 de Novembro de 2005 às 11:44
gostei muito do post!, acho k estas a passar por uma fase dificil nao? abraços, adorei a musica, nao sei porke mas condiz kom o teu blog:D


De Moranguita a 12 de Novembro de 2005 às 11:09
A verdade é que o tempo não cura nada...apenas nos dá a ilusão do esquecimento...mais cedo ou mais tarde as lembranças voltam..e dessa vez bem mais fortes..deixando nos assim confusos..sem direcção...é tão bom querer alguem..mas é dificil achar um alguem que esteja disposto a voltar ao passado para ser o que foi um dia...não desesperes..vai aparecer um outro alguem..que remeta essas lembranças para um cantinho só delas...onde serão apenas isso mesmo...doces lembranças :)
Sorry pelo desaparecimento...tenho andado meio :( e a leste disto..
Mas li todos os teus textos e como sempre adorei :)
Beijinho grande pa tu menino *


De HLDER DURO a 12 de Novembro de 2005 às 02:03
Olá Anjinho!
Obrigado pelas visitas e pelos comentários que deixaste no meu blog!
Tenho andado um pouco ausente pelo motivo que referi no meu blog mas já estive a ler os textos que escreveste durante a minha ausência!
Quanto a este último, compreendo-te perfeitamente...tive uma relação que infelizmente só durou 4 meses mas muitas vezes tive recaídas e tentei que a relação voltasse a ser o que era mas é como tudo - não basta uma pessoa amar! Têm de amar as duas!
Desejo-te um óptimo fim-de-semana!
Um abraço!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Para não perder o Blog

. Fim

. (Re)Escrever o Verbo Amar

. Deixo-te escolher...

. Olhar

. Xeque-Mate da vida...

. Noite...

. Sonho

. Anjo das Asas Negras

. Não há fuga

.arquivos

. Agosto 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds